SOLICITE SEU ORÇAMENTO

(51) 3462-0002

Descubra se você é um Mestre da Desculpability

Sabe o que é Desculpability? Provavelmente, sequer já escutou a palavra. Ao ler este texto, é possível que você se identifique com várias atitudes e situações que aparecem durante a convivência no trabalho. É importante olhar a si mesmo e refletir quando surgirem essas situações, para que se possa prestar atenção em nossas próprias ações e falas.

Desculpability é um termo criado por João Cordeiro, palestrante, autor e especialista em desenvolvimento pessoal. Em seu livro, ele explica detalhadamente o significado da palavra: Desculpability é o hábito de criar desculpas, de culpar os outros e achar que o problema nunca é nosso. Nesse cenário, o indivíduo mestre em Desculpability nunca se vê parte dos conflitos que existem, já que são sempre externos e dizem respeito a outras pessoas - seja o cônjuge, chefe ou governo. Infelizmente, esse comportamento nasce com a gente e toma conta de cada um de nós, afastando qualquer responsabilidade.

Nas organizações, há 3 tipos de profissionais, conforme descreve João Cordeiro: os engajados, que estão felizes em seus cargos e empresas; os desorganizados, que não têm paixão no que fazem, mas continuam produzindo; e os ativamente desengajados, que não estão contentes com o trabalho e compartilham esse estado de espírito à equipe e a si mesmos. Contagiam os demais, estão sempre fofocando e reclamando, além de incitar a insatisfação. Reclamam da empresa aos colegas, familiares e até mesmo aos clientes. Os ativamente desengajados são o que denominamos de “Mestres da Desculpability”, cuja melhor representação é a famosa personagem de Homer Simpson, autor da famosa frase: “A culpa é minha, e eu a coloco em quem quiser”.

Apesar de as frases serem engraçadas quando assistidas na televisão, preste bastante atenção à seguinte reflexão: será que não sou (ou estou me tornando) um Mestre da Desculpability? Será que não estou me convertendo em um Homer Simpson? Pense nesses questionamentos para se policiar e adotar um controle ativo de cada ação praticada. Listamos, abaixo, algumas das principais frases dos reis da Desculpability:

“Eu não sabia”. “Não recebi o e-mail”. “Isso sempre foi feito assim”. “Eu só fiz o que mandaram”. “Eu já enviei o e-mail”.“O mercado está ruim”. Eu fiz a minha parte”. “Isso não é minha função”.“Já cumpri meu horário”.“Esse cliente não é meu”.“Nosso preço está fora”.  Este problema não é meu”.

Todas as frases demonstram uma postura passiva, focada em pronomes possessivos e que evidenciam posturas que apontam culpados, reclamam e agem como vítimas. Esse tipo de conduta contagia os colegas e tem consequências à organização, pois aumenta o estresse, destrói a imagem da empresa no mercado e dificulta o planejamento e a execução. Desenvolva a Accountability e combata a Desculpability: seja ético, responsável por suas atitudes e entregue resultados excepcionais. Só depende de nós…

Please publish modules in offcanvas position.