SOLICITE SEU ORÇAMENTO

(51) 3462-0002

Desafios sempre existirão, superá-los depende de cada um

Vivemos em meio às incertezas e preocupações. Não sabemos se nosso emprego é garantido, se vamos preencher a vaga de que tanto necessitamos ou se chegaremos seguros em casa. São diversas variáveis impossíveis de controlar. A história de Haw e Hem, contada no livro “Quem mexeu no meu queijo?”, do autor Spencer Johnson, emociona quando pensamos nesse assunto.

Os dois eram amigos próximos, inteligentes e, por isso, acreditavam ser melhores do que os outros. Todos os dias, levantavam cedo e se empenhavam para realizar seus sonhos, planejando e executando novas ideias. Porém, havia momentos em que os resultados não eram o que eles esperavam. Os dos amigos não desistiam e aprendiam com os fracassos. Certo dia, o esforço foi recompensado: os amigos ficaram muito felizes com a concretização de seus planos e começaram a mudar suas rotinas, pois já tinham conquistado o que queriam. Não precisavam mais se dedicar tanto. Com o passar do tempo, perceberam que tudo estava tranquilo e não era preciso ter incertezas: chegou o momento de desfrutar das realizações. A vida começou a se centrar apenas nas conquistas, nada mais tinha importância.

No entanto, deixaram de perceber que tudo muda durante a vida. Com eles, não seri diferente. Estavam focados na felicidade, sem perceber as transformações ao redor. Perceber logo as mudanças ajuda na adaptação a problemas maiores que possam surgir. Quando a realidade caiu, eles não estavam preparados. O tempo havia passado, mas eles eram os mesmos. As vidas estavam estagnadas em um mundo ideal que permeava suas cabeças. Entraram em choque: não queriam abandonar a vida que tinham. Os dias seguintes foram marcados pela tristeza e lamentação.

Era necessário começar de novo, procurar outros desafios. Hem estava inconsolável, agarrando-se na esperança de que um dia as coisas voltariam a ser como eram. Haw já sabia que não podia ficar parado, e disse para seu amigo que a vida segue em frente, é natural as coisas mudarem e, assim, precisavam se adaptar. Os amigos se separaram: Hem ficou esperando a realidade voltar a ser o que foi, Haw saiu em busca de novas oportunidades.

O que aconteceu para Haw foi o enfrentamento dos medos. Sentia-se sozinho do que deixou, principalmente de seu amigo. Tinha medo de enfrentar os desafios e fracassar. Persistia, erguia a cabeça e continuava a busca. O medo sempre existia, mas ele não deixava que o dominasse. Demorou até notar que várias chances foram perdidas porque demorou a aceitar e agir diante de situações que havia vivido no passado, mas concluiu que novas surgiram quando saiu da zona de conforto.

Às vezes nos deparamos com situações parecidas à dos amigos. Deixamos de nos dedicar e aperfeiçoar, sem aprender nada novo. Vivemos no velho ditado “deixa a vida me levar”. Adotar esse estilo de vida é cômodo, podendo custar um preço muito elevado no futuro. As incertezas sempre existirão, porque a vida é marcada por adversidades. Contudo, é preciso se preparar para superar obstáculos que possam aparecer.

Please publish modules in offcanvas position.